quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Esse meu Seanado...

E ai, campeão! Eu sei, os artigos tão demoraaaaaaaaaaando pra entrar, mas eu explico, eu explico! Na semana passada todos os integrantes da equipe E aí Campeão estavam se formando!!! Aeeee!!! Agora somos todos desempregados, pelo menos até Janeiro =P. Bom, mas agora, voltando com força total (espero eu) venho comentar sobre um acontecimento do nosso Brasil. Hoje, pela tarde, o Senado Federal elegeu seu novo Presidente, Senador Garibaldi Alves, Potiguar, Com “ 40 anos de vida pública digna “ de acordo com suas próprias palavras, as quais eu tiver o prazer de acompanhar na Televisão. Como tudo que é novo, a exemplos das segundas-feiras, dos anos novos, dos bimestres novos, Vossa Excelência veio cheio das promessas. As segundas levam as promessas de regime, os anos de mudanças, os bimestres de notas, e o senado, bom o senado podia anunciar que ia cortar seus gastos pela metade, reduzir o pessoal e etc, porém como nada é 100% palavra de mudança foi a de Transparência. E cá venhamos que precisa. O senado vive um momento delicado. Ninguém acredita nos caras, acham q lá só tem ladrão, safado, corrupto, que eles só pensam no próprio umbigo etc e tal. Os salários são altíssimos e ainda tem aquela famosa ajuda de custo, que faz com que eles fiquem pulando dos seus estados pra Brasília e de Brasília para seus estados, além do auxílio moradia que ninguém usa e as verbas para gasolina, que em um estudo do Estado de São Paulo, com a verba já pedida até o meio do ano daria para ir e voltar a Lua... 11 vezes. Esse auxílio também já foi debatido inúmeras vezes. O Senador Tião Viana, que estava na cadeira da presidência do senado até pouco, quis publicar na Internet os gastos com o tal fundo, Rapaz, foi um fuzuê lá na casa que as paredes até tremeram. Outra coisa que o novo presidente precisa tomar cuidado é com a sua bunda. A cadeira onde ele senta parece estar amaldiçoada gente fina. Jader Barbalho, Renan Calheiros... Todos foram depostos quando ocupavam a ela, maldita, o que chega a ser no mínimo interessante já que o presidente deveria servir de espelho para todos os seus companheiros que lá estão. “O Governo é o Espelho do Povo“ Já dizia alguém... Eu rogo para que esse ditado seja mentira, pois eu ainda(um ainda fraco, mas ainda) confio no Brasil e pior de tudo, confio na Instituição que o governo, o que eu não confio e não acredito mais é nesse sistema mesquinho, que a cada proposta de transparência o senado responde com terremotos.

Debate dos comentários;

Tema: Credibilidade e Transparência do Senado

Enquête (Ali em cima, na direita): Você acredita no Senado?

Um grande abraço

Equipe E aí Campeão